Segunda-feira
09 de Dezembro de 2019 - 

Consulte Os Seus Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

TST é destaque em levantamento sobre Tecnologia da Informação do Judiciário

O TST está em primeiro lugar entre os Tribunais Superiores e os órgãos de grande porte. O Tribunal Superior do Trabalho alcançou o primeiro lugar entre os Tribunais Superiores e entre os tribunais de grande porte no levantamento Governança, Gestão e Infraestrutura de TIC do Poder Judiciário (iGovTIC-JUD) 2019. O estudo, apresentado desde 2017 pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), avalia o nível de maturidade dos órgãos do Judiciário nessa área com base em práticas de governança e de gestão previstas em leis, regulamentos, normas técnicas e modelos internacionais de boas práticas. Excelência O TST tem demonstrado, ano após ano, melhores resultados no iGovTIC-JUD. Sua avaliação geral evoluiu de 0,83 em 2017 para 0,84 em 2018 e para 0,87 em 2019. A média dos Tribunais Superiores é 0,77. Em três dimensões avaliadas – políticas de planejamento, sistemas de integração e nivelamento e detalhamento, o nível de maturidade do Tribunal foi de excelência. Em relação aos tópicos, o TST recebeu a nota máxima em liderança, expectativa de entrega de resultados, estrutura organizacional, competências e desenvolvimento, integração de sistemas e disponibilização de informações, nivelamento tecnológico e força de trabalho. Os resultados, segundo a Secretaria de Tecnologia da Informação do TST, são produtos da implementação de processos de governança que permitem avaliar, dirigir e monitorar a gestão e o uso de TIC no Tribunal. As medidas possibilitam ainda a execução de processos de gestão de TIC que visam seguir, de maneira organizada, a direção dada pela administração do Tribunal e alcançar os objetivos e as metas estabelecidos para a área. A Política de Governança Corporativa e de Gerenciamento de Tecnologia da Informação e Comunicação do Tribunal Superior do Trabalho foi instituída por meio do Ato 291/2019. iGovTIC-JUD O Levantamento iGovTIC-JUD é decorrente da Estratégia Nacional de Tecnologia da Informação e Comunicação estabelecida pelo CNJ por meio da Resolução 211/2015 para o período de 2015/2020. O artigo 32 da resolução determina ao Conselho a realização de diagnóstico anual para aferir o nível de cumprimento das diretrizes estratégicas de nivelamento nas áreas de governança, gestão e infraestrutura de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) do Judiciário. Inspirado no modelo utilizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), são avaliadas sete dimensões: Políticas e Planejamento; Estruturas, Macroprocessos e Processos; Competências, Desenvolvimento e Desempenho das Pessoas; Riscos, Monitoramento e Auditoria – Controle de Gestão; Sistemas, Integração e Nivelamento; Serviços de Infraestrutura; e Detalhamento. A avaliação se dá por meio de questionário que contém itens de resposta objetiva, valores numéricos, texto aberto ou de múltipla escolha, pontuados conforme critérios e pesos estabelecidos pelo CNJ que resultam em uma nota indicativa do nível de maturidade do órgão avaliado: baixo (até 0,4), satisfatório (de 0,4 a 0,7), aprimorado (de 0,7 a 0,9) e excelência (de 0,9 a 1). A intenção do iGov é acompanhar e manter base de dados com a situação da governança de tecnologia da informação (TI), a fim de identificar pontos mais vulneráveis da governança, criar oportunidades no processo de aperfeiçoamento e auxiliar a identificar os bons exemplos e modelos a serem disseminados. O questionário foi respondido por 92 órgãos, classificados por segmento (Conselhos, Superior, Eleitoral, Estadual, Federal Militar e Trabalho) e por porte (grande, médio e pequeno, tendo por base o orçamento, a capacidade processual e a força de trabalho). (Secom/Setin/TST)
20/11/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.