Segunda-feira
12 de Abril de 2021 - 

Consulte Os Seus Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

TJCE e BID definem detalhes para concretização de empréstimo que vai subsidiar Promojud

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o Governo do Estado, Governo Federal e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) se reuniram, nessa sexta-feira (26/02), para definir detalhes finais da negociação do contrato de empréstimo de US$ 35 milhões que vai subsidiar o Programa de Modernização do Judiciário (Promojud). O encontro virtual, que aconteceu durante a manhã e a tarde, resultou em um acordo exitoso. Agora, o próximo passo será a aprovação do contrato pela Diretoria do BID em Washington, nos Estados Unidos. Durante a reunião, a presidente do TJCE, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, destacou que o empréstimo será um ganho para a instituição. “Ressalto a importância do Promojud, cujos projetos representam 70% do portfólio da gestão 2021-2023. Sou grata pela diligência com que Governo Federal e Estadual têm realizado a tramitação do financiamento do programa”, ressaltou. A magistrada ainda agradeceu ao empenho e profissionalismo dos representantes do BID, além da confiança e parceria na execução do projeto. A presidente do Tribunal também falou sobre o potencial multiplicador do Promojud, que já despertou o entusiasmo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para implantar em outros tribunais do País. “Quero que a transformação digital seja feita de maneira humanizada, visando ao acolhimento daqueles que mais necessitam de auxílio e de apoio, com o objetivo de propiciar um Judiciário efetivamente aberto e inclusivo para todos”, concluiu. Estiveram presentes os representantes do BID: Gustavo Palmerio, Mariano Lafuente, Krysia Avila, Carlos Carpizo, David Salazar e Tiago Cordeiro; do Governo Federal estiveram Lilia Maya Cavalcante, Francisco Carneiro de Filippo, Tiago da Fonte Didier Sousa, Mariana Cunha Eleuterio Rodrigues e Paulo Magaldi. PROMOJUD O Programa tem como objetivo principal a modernização do Judiciário e está baseado em dois componentes: “governança e gestão judiciária”, e “transformação digital para o aprimoramento ao cidadão”. Este último terá 80% dos investimentos previstos. Os recursos serão aplicados em transformação digital e inteligência artificial para melhorar a prestação de serviço aos usuários da Justiça, com atendimento moderno e aperfeiçoado, processo judicial célere e infraestrutura tecnológica modernizada.  
01/03/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.