Domingo
15 de Setembro de 2019 - 

Consulte Os Seus Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

60 obras jurídicas produzidas pelo Conselho Editorial do TJCE estão expostas na Bienal do Livro

O Conselho Editorial e de Biblioteca do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), em parceria com a Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec), está participando da XIII edição da Bienal Internacional do Livro, no Centro de Eventos do Ceará. A solenidade de abertura ocorreu na noite dessa sexta-feira (16/08) e contou com a presença do decano do Tribunal, desembargador Fernando Ximenes, representando o Judiciário cearense, e de representantes dos Poderes Executivo e Legislativo. A produção editorial do Tribunal, composta por 60 livros de escritores cearenses e internacionais, além de revistas lançadas pelo Conselho e pela Esmec, ficará disponibilizada aos visitantes, que poderão folhear os livros, mas não haverá vendas nem doação de exemplares. O estande do Tribunal (nº 063), de 15 metros quadrados, fica no Pavilhão Oeste do Centro de Eventos do Ceará. O Tribunal vem promovendo o resgate histórico de obras raras de autores cearenses e internacionais, assim como a atualização da magistratura cearense a partir da publicação de revistas de doutrina (Themis) e jurisprudência, além do Código de Organização Judiciária do Ceará e do Regimento Interno do Tribunal de Justiça. “Parabenizo a todos os envolvidos pela qualidade das obras editadas, sobretudo os livros de Clóvis Beviláqua, Miramar da Ponte e José Sobreira de Amorim”, disse o presidente do Conselho Editoral, desembargador Paulo Ponte. As obras não são comercializadas, mas estarão disponíveis em PDF para quem quiser baixá-las, tanto no site do Conselho (https://www.tjce.jus.br/edtnewstopics/publicacoes) como no site da Esmec (http://revistathemis.tjce.br/index.php/THEMIS/). Serão distribuídos aos visitantes alguns exemplares da Revista Themis. O Conselho Editorial tem mais de 100 obras editadas em oito anos de existência. Já relançou sete obras jurídicas de autores cearenses, duas jurídicas de escritores estrangeiros, três volumes da série Direito Vivo, dois volumes do Código de Organização Judiciária do Ceará, o Regimento Interno do Tribunal de Justiça, 60 volumes da Revista de Jurisprudência, quatro edições da Revista de Pareceres Administrativos e 27 edições da Revista Themis. CONSELHO EDITORIAL O Conselho Editorial e de Biblioteca é formado pelos seguintes integrantes: desembargadores Paulo Francisco Banhos Ponte (presidente) Durval Aires Filho e Maria Edna Martins; pelos juízes Emílio de Medeiros Viana e Joriza Magalhães Pinheiro; o secretário é o analista judiciário Francisco Hudson Pereira Rodrigues. A XIII BIENAL “As Cidades e os Livros” é o tema da XIII Bienal, que é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), em parceria com o Instituto Dragão do Mar e apoio do Ministério da Cidadania, por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura. Neste ano, está sob a curadoria da escritora Ana Miranda e dos escritores e professores Inês Cardoso e Carlos Vasconcelos, com a coordenação de Goreth Albuquerque, também coordenadora da política de livro, leitura, literatura e bibliotecas da Secult.
19/08/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.